Budapeste

Budapeste e uma cidade incrível. Adorei. Fui de Easyjet, low cost de Berlim até o pequeno aeroporto Ferenc Liszt. Logo perto das esteiras, tem caixa eletrônico e guichê de transfer. O legal e que e uma espécie de carona coletiva. Paguei €22 ida e volta. Recebi um tíquete com número. Ao sair do portão do desembarque, a esquerda fica o outro guichê do transfer. Ao lado, tem uma salinha com monitor com número do tíquete (217262) indicando qual a tua van (236). Como depende de outras pessoas irem pelo mesmo trajeto, pode demorar um pouco. Aproveitei e como uma fatia de pizza e tomei um refrigerante. Quando aparecer o número da van, sai pela porta principal do aeroporto e à esquerda, estarão às vans numeradas. O motorista pede o tíquete e põe tuas malas no bagageiro. Como fiquei no lado Buda, mais longe do centro, fui a última. E foi ótimo, porque pude ver boa parte de Buda e Peste. Fiquei abismada com a beleza da cidade.

image

Logo que cheguei no hotel, várias pessoas comentar sobre uma estátua de Baba. Como era bem pertinho, fui. Passei portuguesa ruas pequenas e comecei a subir por uma espécie de pracinha. Meio abandonada, parece que a galera vai lá de noite para beber e fumar. No topo, tomei um fôlego e vi uma espécie de templo, mas estava fechado, não sei se e possível visitar durante o dia.

Quando vi a estátua, pensei: todo esse esforço dessa subida pra isso???? Porque e pequena. Só parar de reclamar pra mim mesma, olhei ao fundo e pude perceber do que as pessoas estavam falando. A vista de lá, e incrível. E de graça.

image

Depois, resolvi experimentar a culinária húngara. Caí de amores pelo Tonkaj, o vinho húngaro. Preferi o branco. Adoçado com o mel húngaro, que e diferente. Bem doce, mas com menos gosto de mel, se e possível dizer isso. Adoça, mas não toma conta do sabor. Como estava quente, tomei gelado. Uma delícia! E claro, não podia faltar o Goulash. E um ensopado de carne com vegetais e páprica, muita páprica. Uma delícia, mas a gente sente um calor! Não esquece de pedir água também! Pode ser vegetariano, com carne bovina ou frango.

Passei um pouco de vergonha, porque não vi que tinha música ao vivo e não havia levado dinheiro para gorjeta… E os músicos vêm na mesa… Acabei dando o que eu iria gastar com souvenirs…

image

Uma pena que lá não tem Netflix, porque televisão de hotel só pega canal, digamos, ruins…

image

No outro dia, fui dar uma volta perto do hotel. Para minha surpresa, eu estava perto de uma linha de trama que atravessa a cidade e da Margit Hid, ou ponte Margarete. Linda vista do Danúbio e tanto de Buda como Peste.

Achei que tinha muita coisa para ver e que 4 dias acabariam sendo pouco. Assim, resolvi testar o ônibus Hop On Hop Off, ou seja, a gente paga por um dia e sobe/desce o quanto quiser em qualquer ponto da linha. Eu sugiro experimentar um dia, escolher os pontos que quer visitar e ver se e possível ir de transporte público.

image

Eu consegui a façanha de perder umas mil.fotos das minhas viagens quando fui temtar passar para um pendrive, porque todo mundo fica me pedindo pra ver e acho um saco ter que ficar entregando meu smartphone… Então, não lembro o nome do restaurante, mas e perto da Margot Hid. Fica no andar de baixo, como um porão, mas e bem tranquilo e comida boa. Essa e uma sopa de cogumelos. Com páprica e claro. Com krissfroch, aquela bebida metade vinho, metade água com gás.

image

Essa e uma massa com queijo ao modo húngaro. O molho nada mais e que creme azedo com queijo. E muita comida, dá pra duas pessoas, ainda mais depois dá sopa.como entrada. Muito gostoso, mas diferente. A massa e bem pesada e não tem tanto gosto de queijo.

image

A sobremesa típica e um bolo bem molhadinho, com rum ou conhaque bem suave, passas e chantilly. Uma delícia!

image

O passeio até a Cidadela e imperdível. Lá, e possível ver toda a cidade que e linda. E possível ir de transporte público, mas ele não leva até o topo. Então, precisa caminhar por um boa subida. Eu achei muito mais prático e rápido, ir de ônibus hop on hop off. Eles vão até o topo onde tem banheiro ( tem que pagar para usar), um restaurante e uma lanchonete. Só e preciso caminhar um pouquinho para ver a cidade.

image

Nas margens do Danúbio tem um monumento por assim dizer para lembrar das vítimas da guerra. São sapatos simbolizando as pessoas que foram fuziladas ali por milícias.

image

O Castelo de Buda e imenso. E possível vê-lo de longe. Lindo, imponente. Pode ser visitado, mas precisa pegar o funicular e pagar a entrada. Achei que tinha muita gente e eu não teria tempo de ver várias outras coisas, porque o castelo e muito grande. Cuticular nada mais e um elevador que sobe em diagonal, mas a vista em Budapeste sempre e incrível. Quando eu for de novo, certamente, vou subir lá.

image

Outro passeio que acho imperdível e de barco de noite. Fica tudo iluminado. Então, o que já e lindo de dia, fica incrível de noite. Buda Vár ou Castelo de Buda consegue ficar mais lindo ainda.

image

O Parlamento também fica mais bonito ainda. Fica do lado Peste, também e enorme. Difícil fotografá-lo inteiro. Consegui só no passeio de barco mesmo.

image

A Ponte Margarete ou Margit Hid também fica linda toda iluminada. O tram linha 4 que eu pegava passava por ali e atravessava a cidade. Assim, eu podia ficar no lado Peste até mais tarde (o ônibus Hop On Hop Off tem um intervalo grande entre 19 e 21 h e o passeio noturno não para em tantos pontos).

image

No outro dia, fui na Praça dos Heróis. Simplesmente, indescritível. E a maior praça da Europa. Lindo demais. Tem estação de metrô perto. Aproveitei e fui nas piscinas de banhos termais ali perto. Não tirei fotos, porque levar smartphone para um lugar com grande possibilidade de cair na água não vale a pena. E ficar tirando fotos num lugar que também e medicinal (águas termais são ricas em minerais e ajudam em vários tratamentos) não me parece legal. O ideal e alugar a toalha para não precisar ficar carregando depois. Da próxima vez, vou ficar o dia todo.

image

Depois da Praça dos Heróis, voltei a pé pela Avenida Andrassy. Tem uma espécie de calçada ou passarela no meio para pedestres. Como tudo em Budapeste, e linda. Os prédios tem detalhes lindos. E possível passar pelo Octogono que e uma esquina com oito lados. Ponto de encontro de vários passeios como Pub Crawl.

image

E uma última foto lá do alto da Cidadela. E uma espécie de forte com uma estátua visível em quase toda Budapeste. Essa e uma das estátuas menores que fica ao lado um pouco mais abaixo e que não se enxerga lá de baixo. O lugar e lindo e a vista arrebatadora.

Eu quero voltar pra Budapeste. Adoraria morar lá.

E você? Já foi ou gostaria de ir? Tem alguma sugestao ou gostaria de alguma dica ?

image

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s