A felicidade está em aparecer para os outros

Com muita tristeza, me deparei hoje, com um perfil no Instagram de uma mãe viciada em Fitness. Sempre aparecendo em trajes sumários, poses sensuais, mostrando a barriga tanquinho e a bunda. Claro, dando dicas de como chegar nesses resultado.

Quase não se vê fotos da família. Fiquei muito surpresa quando vi uma em que ela aparece com os 3 filhos pequenos, mas nitidamente, fazendo propaganda de uma barrinha de cereal. Sabe quando parece que usou os filhos, uma situação corriqueira para fazer um merchandising. Fiquei besta…

Como uma mãe chega nesse ponto? Sustentar a família? Um motivo bem razoável. Resolvi olhar as outras fotos e o que estava escrito nas postagens.

Dizia que tinha ganho mais de 85 kg nas gestações, mas que agora, usava número 34 de roupas. Fiquei até comovida. Nossa, que legal ter ido atrás de saúde e poder perder tanto peso que adquiriu na gravidez.

Mas aí fui olhando as fotos, e em nenhuma aparece gorda. Nas poucas em que aparece grávida, nada demais. Claro, teve ganho de peso, mas jamais 85kg. Numa em que aparece logo depois da terceira gravidez, sem barriga nenhuma nem flacidez. Opa! Então, como ganhou esses 85 quilos? E quando foi isso?

Numa das postagens, aparece a explicação – ganhou 30kg na 1ª gestação, 30 na segunda e 25 na terceira. Peraí, então não houve ganho de 85kg!

Noutro post, falava que não era feliz, que precisava de um objetivo… Então, ter família, marido, casa, condição financeira e 3 filhos não eram o bastante. Precisava era de holofotes. Para ser feliz precisava ser ‘instafamosa’, ter milhares de seguidores que acham o máximo tu ter uma rotina escrava de exercícios e dietas para vestir manequim 34 – que é tamanho infantil. Que precisava ter abdômen hiperdefinido, com barriga negativa, tirando foto de bíquini e fazendo poses sensuais. Isso te faz feliz.

Então pra que ter filhos? Pra quê formar família?

É muito triste ver que os valores da sociedade estão definhando… Eu não consigo ser feliz sendo eu mesma com a minha família. Eu preciso me exibir todos os dias, com corpo de criança superatrofiado, unhas postiças gigantes, igual a tantas outras que aparecem na mídia. Não participo de competições, não conquisto nada, apenas a atenção dos outros.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s