Robin Williams

Difícil escolher o melhor filme ou um momento de um filme. Principalmente, quando são obras preferidas em vários momentos da vida.

Uma babá quase perfeita, companhia ideal na Sessão da Tarde. Divertido, leve. E que final! Linda a mensagem, que não importa onde estejamos, família sempre será nossa família.

Sociedade dos Poetas  Mortos, chamado para se rebelar contra o status quo, contra o que não é atualizado, que não nos faz pensar. Tentar descobrir quem se é, batalhar pelo que se quer mesmo que não seja o que esperam ou querem. Nunca mais se esqueceu – Carpe Diem! – Oh, Captain, my Captain!

Gênio indomável me fez chorar muito… Percebi várias semelhanças comigo e doeu… Quando ele fala da esposa, como escuta e se faz entender pelo Will…

Aladdin, que só fui assistir com áudio original tempos depois… Que divertido aquele gênio da lâmpada maluco! Roubou o filme!

A refilmagem de Gaiola das Loucas, diferente e tão legal quanto o original. Quando o filho passa dois dedos no rosto do pai e depois na parede branca…

Confesso que não vi Bom dia,  Vietnã nem Amor além da vida… Vi mais alguns que não me marcaram… Mas oa que marcaram, farão parte de mim pra sempre!

Obrigada, Robin Williams!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s