Grey’s Anatomy

Music Grey’s Anatomy 10×24 “”Where Does The Good…: http://youtu.be/Mnc2sGZxJCk

Fazia tempo que eu não me empolgava nem prestava muita atenção em Grey’s Anatomy. Muitos personagens novos e nenhum interessante. Os antigos pareciam perdidos em histórias estranhas.

Vai se aproximando o final da temporada e voltou a dar uma espiada les ver se acontece algo que me interesse.

E tenho gostado desses últimos episódios. A saída da Yang foi bem planejada. Ela retoma os problemas dela, lembram dos personagens que já saíram e eram adorados como o George. Até volta o médico que a abandona minutos antes do casamento.

Mas o que eu mais gostei foi esse parte do episódio 24 mesmo. Até me emocionei quando ela diz: you’re my person. Sabe o que e tu saber quem e tua alma gêmea?? E ela diz isso pra melhor amiga se permitindo ir atrás do sonho dela – salvar vidas com o melhor da tecnologia para cirurgia cardíaca. Elas dançando como no começo com aquela música incrível da Tegan anda Sara. A letra e muito legal, apesar de nao ter muito a ver com a cena.Como se tivesse voltado ao início, quando eu gostava muito mais.

Elementary

Vejo uma disputa acirrada na internet entre fãs de Elementares e fãs de Sherlock.

Não entendo o porquê. Afinal, são versões diferentes.

Eu gosto dos dois seriados. Adoro os dois protagonistas. São muito diferentes e, ao mesmo tempo, são nitidamente o mesmo personagem.

Outra coisa legal e comum está no fato dos protagonistas terem feito uma peça em Londres há um tempo atrás enquanto faziam os seriados. Pelo que pude ver no Youtube, superprodução, dirigida pelo Danny Boyle. O mais interessante e que os atores se revezavam a cada dia nos personagens: um dia, um e Victor e o outro e Frankenstein; noutro, invertem. E claro, são amigos.

Engraçado como a fama vem e vai. O Sherlock do Elementary se desvencilhou do Sick Boy do filme Trainspotting e não ficou marcado. Fez muito sucesso e casou com uma pouco conhecida Angelina Jolie – que ainda não tinha feito plástica no nariz e seios…

Agora, e a vez do Benedict Cumberbatch ficar famoso. Apesar de que o auge foi o ano passado. Parece já estar passando…

Enfim, excelentes atores e enredos. No Elementary, o foco e mais no vício, na relação com Watson que e mulher  – o que acaba transformando numa história platônica mais comum. Sherlock e mais estranho, faz sexo, se apaixona. No seriado da BBC, parece assexuado, está acima disso, mas sempre parece ter um clima de ‘bromance’ com o Watson.

Difícil escolher um dos dois ou dizer de qual eu gosto mais. São dois seriados diferentes e muito bons.

A única coisa da qual não gostei muito foi da Irene Adler em Elementary. Não sei, parece que ficou marcada pelo personagem do Game of Thrones.