Trilhas sonoras

Se é uma coisa que curto muito, mas muito mesmo é trilha sonora de filme. Seriados e programas de tv acabam entrando nessa também, mas as de filmes são as preferidas.

Sempre gostei, desde que me lembro de ver tv, em Salvador, com uns 5 anos de idade. Assistia a TV Globinho, esparramada no chão, com as mãozinhas segurando o rosto, cotovelos roçando no carpete. Não existia controle remoto e a televisão ficava na estante da salinha, numa altura em que eu não pudesse alcançar. Então, a primeira preferida foi a música tema dos Barbapapas.

Muitas me marcaram muito e eram caras, difíceis de achar. Mas a primeira pela qual me apaixonei perdidamente foi “The Commitments”. Adorei o filme e as performances reforçaram a paixão pelas músicas. Outro problema é que o filme era do circuito alternativo, então a trilha sonora mal saiu aqui no Brasil. E só importada. Até que numa reunião com amigos, num sábado de noite, o namorado da amiga de uma amiga minha disse que tinha alugado o cd em tal locadora. Por sorte, a locadora abria aos domingos. Prontamente, fui com meu namorado lá. Como eu ainda só fazia estágio, ele é que fez cadastro com documentos, pois precisava de contracheque. Não sei quantas vezes escutei aquele cd. Gravei e devo ter escutado a fita mais de um milhão de vezes. A preferida é “Try a little tenderness” numa performance forte, empolgante, apaixonada que não dá pra não cantar junto a todos pulmões.

Sem falar que eu já adorava essa música, versão original do Otis Redding,
da trilha de “Garota de Rosa Schocking.

Agora, estou adorando a OST (Original Soundtrack Themes) de um seriado que descobri na internet, pelas sugestões do youtube. E olha só que legal: achei num canal de um fã quando procurava outro seriado que gostei muito também. Já faz alguns anos que o pessoal da indústria de filmes e seriados se deu conta que a trilha é coadjuvante da cena, da história. E os fãs amam e compram. Na série My Mad Fat Diary, o incrível é que são músicas da época (década de 90), não instrumentais criados ou aproveitados. E faz toda a diferença. Pra ter uma ideia de que até o timing da música é perfeito nessa série – aquele clima de romance ‘vai-não-vai’ entre dois personagens, de uma brincadeira entre eles, no auge na cena, a frase da música é “There’s a fire between us”. Sincronia total. Confesso que o início da música é bizarro, prefiro a partir dos 0:34. Só que esse pedacinho também faz parte da história, em diálogos importantes para o desenrolar dessa relação.

O incrível é descobrir que não sei tanto de música como achava… Não resisto – contém spoilers MMFD – tem que ver e ouvir pra entender:

. Onde eu estava durante todos esses anos que não conhecia essa música? E ela é perfeita pra dois contextos diferentes – triste para a Tix e como um sonho impossível realizado para a Rae.

Sério, como eu não conhecia esta do Blur??? Outro momento bacana de música perfeita pra cena. Dessa vez, sem spoiler. “Well you and I/Collapsed in love/And it looks like we might have made it”.

Falei que prefiro as de filme e só postei uma. Então, a que tenho escutado muito é do filme ” A vida Secreta de Walter Mitty” – Space Oddity. A versão do Bowie é incrível, mas as pequenas participações da Kristen Wiig dão aquele toque especial… Faz toda a diferença no filme. Eu até gravei quando vi o filme, mas não consegui colar aqui.

Agora, tá dando Wall-E na televisão, então imediatamente lembrei de uma das coisas mais fofas e lindas que já vi, com uma música perfeita de fundo. Porque desenhos também fazem parte da minha cinebiblioaudioteca.

Uma trilha que é muito boa, mas que , pra mim, a melhor parte é o final, a parte dos créditos é “Desventuras em série”. Não me levem a mal, o filme é muito legal. No entanto, a montagem e a música no final são um show a parte.

Para não desmerecer as músicas que são compostas para os filmes, a trilha de “O último samurai” é avassaladora. E uma das melhores partes é realmente o final. O filme como um todo é incrível. Mas eu já choro e me arrepio só de lembrar. Não tem como explicar sem mostrar. Contém spoilers –

Comentei ‘minha cinebiblioaudioteca’ por que eu tenho todas essas músicas no meu smartphone, assim como alguns filmes ou cenas preferidas do que eu puder ter.

Aposto que vou continuar enquanto der…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s