Eu sou uma raridade

green

green

Pareço convencida, mas prometo que não.

Eu já havia começado um blog há anos atrás. Mas, como tudo que faço, acabei deixando de lado. Não sei o que é, começo várias coisas, super empolgada – trabalho, projeto, exercício físico – e, daqui a um tempinho, já larguei de mão.

Dessa vez, estou com bastante tempo disponível. Fiquei desempregada e, diferente do que imaginava, meu currículo não está fazendo muito sucesso. E como vejo muita tv, leio muita coisa, acabo tendo muito assunto. Infelizmente, as pessoas com quem convivo não se interessam, discordam veementemente ou, o que acho que é o principal, não querem escutar. Por que perder a oportunidade de me expressar para outras pessoas? Talvez haja por aí alguém precisando de uma opinião como a minha, passando por situação semelhante e precisando se sentir compreendida ou simplesmente pelo fato de ter gostado do meu jeito de escrever.

Enfim, sou uma raridade. Não por ser única. Afinal, todo mundo é diferente de alguma maneira. É porque descobri faz alguns dias que faço parte de um grupo de que representa apenas 2% da população mundial. Isso mesmo: só míseros 2% do planeta. Tenho olhos verdes. Jamais me passou pela cabeça algo parecido. Já havia me dado conta de que sou uma das poucas da minha enorme família que tem olhos dessa cor. Só não havia me dado conta de que conheço pouquíssimas pessoas cujos olhos são verdes.
Tive uma sensação incrível: uau, sou raridade! Mas logo me dei conta: e se eu quiser ter filhos parecidos comigo, com a mesma cor de olhos???? Oh, shit…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s